21 maio 2024

Governador Gladson Cameli celebra oportunidade de defesa após decisão do STJ

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O governador do Acre, Gladson Cameli, expressou alívio e confiança em seu primeiro pronunciamento após a decisão da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que negou seu afastamento do cargo, mas deu continuidade às investigações da Operação Ptolomeu. Em seu discurso na tarde desta quarta-feira, Cameli destacou a importância de finalmente ter a oportunidade de se defender formalmente após três anos de investigação.

“A justiça cumpriu o seu papel e agora terei a oportunidade de me defender e provar minha inocência e idoneidade”, declarou Cameli, ressaltando o valor de ser ouvido pela primeira vez no processo. O governador manifestou confiança na justiça e reiterou seu compromisso em colaborar com as investigações de forma democrática e transparente.

No julgamento realizado pela Corte Especial do STJ, os ministros decidiram por unanimidade permitir a continuidade das investigações, mas rejeitaram o pedido de afastamento de Cameli, apresentado pelo Ministério Público Federal (MPF). Com essa decisão, o governador poderá permanecer no cargo enquanto o processo segue seu curso judicial.

Cameli enfatizou que esta nova fase processual permitirá à sua defesa esclarecer as dúvidas e repor a verdade, reafirmando sua confiança na correção das falhas que possam ter ocorrido durante a investigação. “Vamos para uma nova fase e, nela, sigo confiando na justiça e cumprindo todas as decisões de forma democrática, colaborando no que for necessário e confiante na correção das falhas da investigação e na reafirmação da minha idoneidade”, afirmou.

Em nota oficial, o governador agradeceu ao STJ pela decisão de negar seu afastamento, reconhecendo que foi uma ação justa em respeito ao mandato que lhe foi conferido pelo povo do Acre de maneira legítima e democrática. “Entendemos que nesta nova fase processual, a defesa terá a tranquilidade e o espaço necessário para esclarecer dúvidas e repor a verdade. A decisão nos dá a oportunidade de me defender no âmbito judicial”, reiterou Cameli.

A Operação Ptolomeu investiga supostos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo membros do governo do Acre. A decisão do STJ representa um momento crucial para Cameli, que agora terá a chance de responder às acusações e apresentar suas provas de defesa em um ambiente judicial formal.

A continuidade das investigações sob a supervisão do STJ garante que o processo seguirá conforme os preceitos legais, mantendo o equilíbrio entre a necessidade de apuração rigorosa e o respeito aos direitos de defesa do governador. Cameli, por sua vez, compromete-se a colaborar plenamente, mantendo a confiança na justiça brasileira.

Gladson Cameli concluiu sua declaração reafirmando seu compromisso com a transparência e a legalidade, prometendo seguir firme na administração do estado e na busca pela verdade.

Veja nota do governador Gladson Cameli na íntegra:

“Recebemos com serenidade a decisão do Superior Tribunal de Justiça de dar continuidade às investigações da Operação Ptolomeu.

É importante destacar que o Tribunal fez justiça ao negar o pedido de afastamento do mandato que o povo do Acre me deu de forma legítima e democrática.

Entendemos que nesta nova fase processual, a defesa terá a tranquilidade e o espaço necessário para esclarecer dúvidas e repor a verdade. A decisão nos dar a oportunidade de me defender no âmbito judicial.

A justiça cumpriu seu papel e seguirei colaborando no que for necessário e confiante na correção das falhas da investigação e na reafirmação minha idoneidade.”

Gladson Cameli, governador do Acre

Veja Mais