Morre “Bacurau Novo”, jogador de futebol que fez história no Atlético Acreano

0
47

Morreu, na manhã  deste sábado (5), no Distrito de Extrema, em Rondônia, o acreano Maurício Diógenes, aos 78 anos, conhecido como “Bacurau Novo”. Foi com este apelido que ele se tornou conhecido como jogador de futebol, nas décadas anos 60 e 70, como craque do time do Atlético Acreano. Morreu de ataque fulminante do coração.

 

Maurício Bacurau, o último da esquerda/Foto: reprodução

Familiares informaram que ele tomou café na manhã e, de repente, sofreu o ataque. Há anos, “Bacura Novo”, servidor aposentado da Secretaria de Estado de Fazenda do Acre, morava em Extrema, com uma segunda família.

Ao lado do irmão Fernando Diógenes, também já falecido, “Bacurau Novo” fez história no Atlético Acreano, hoje um clube em decadência, cuja sede social, na Rua Cunha Matos, na região da Gameleira, Segundo Distrito da cidade, esta em ruínas e ameaçando desabar. “Bacurau Novo” ajudava o irmão Fernando e sua esposa, dona Flora, na manutenção da história e preservação do patrimônio do clube. Com a morte do casal, o clube passou ao ostracismo.

O sepultamento deve ser em Extrema, informou a família.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui