Rio Branco sedia curso de capacitação de gestores de políticas públicas

0
29

A capital Rio Branco sedia, a partir da manhã desta terça-feira (8) até o dia 11 (quinta-feira). Um seminário de capacitação do governo federal, por meio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, para a criação de projetos e políticas públicas voltadas para a população negra da cidade. A capacitação é executada sob a responsabilidade da coordenação da Secretaria Nacional de Promoção de Políticas Públicas de Igualdade Racial (SNPIR).

O curso foi aberto hoje pela manhã, no auditório da sede da prefeitura, pela vice-prefeita e prefeita em exercício, Marfisa Galvão, que também é secretária municipal de Bem Estar Social. O prefeito Tião Bocalom chegou a Lisboa, em Portugal, na manhã desta terça-feira. Ele acompanha outros prefeitos como representantes da Frente Nacional de Prefeitos, representando os gestores das capitais brasileiras e de cidades com mais de 80 mil habitantes.

Sob o tema “Fortalecimento e Expansão do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial”, a capacitação tem como objetivo a realização de capacitação da pauta étnico-racial e a elaboração de um relatório de diagnóstico situacional das políticas públicas em execução nos municípios e estados participantes do Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial- SINAPIR. O SINAPIR, por sua vez, busca a participação conjunta da União, estados e municípios na implementação das políticas de promoção da igualdade racial.

Participam do evento gestores técnicos da Prefeitura de Rio Branco que trabalham políticas voltadas para população negra, gestores do Estado, além de  gestores dos municípios de Plácido de Castro, Senador Guiomard,  Conselhos da Igualdade Racial e Entidades Organizadas.

O público alvo da formação do SINAPIR são todos os órgãos que trabalham a promoção das políticas públicas da igualdade racial, entre os quais estão: saúde, educação, assistência social, além dos conselhos estaduais e municipais de promoção de igualdade racial.

“A capacitação é importante para que a política pública de Promoção de Igualdade Racial seja trabalhada de maneira transversal na sua efetividade, levará cada servidor aqui presente  ao conhecimento e também a uma reflexão de como está realizando seu trabalho”, disse a diretora de Direitos Humanos da prefeitura, Rila Freze.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui