28 fevereiro 2024

Lula pede para presidente do Egito liberar fronteira para brasileiros em Gaza

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversou por telefone neste sábado (14) com o presidente do Egito, Abdel Fattah al-Sissi. Lula pediu ajuda para retirada de brasileiros da Faixa de Gaza.

A Faixa de Gaza é um território de ocupação palestina entre o Egito e Israel. A região tem sido alvo de bombardeios de Israel há uma semana, desde que o grupo terrorista Hamas atacou o território israelense. O Hamas tem bases em Gaza.

Brasileiros que estão em Gaza procuraram o governo Lula para pedir ajudar para escapar da guerra e voltar para o Brasil.

O governo brasileiro e a embaixada do Brasil na Cisjordânia (região contígua a Gaza) montaram uma operação para o regresso do grupo. Mas é preciso entrar no território egípcio para embarcarem no avião enviado pelo Brasil, e o Egito ainda não liberou a entrada.

O Egito, segundo a diplomacia brasileira, tem receio, entre outros pontos, de que esses brasileiros se tornem refugiados no país. As autoridades egípcias também temem perder o controle da situação caso abram a fronteira com Gaza.

Lula, de acordo com o Palácio do Planalto, garantiu que os brasileiros serão acompanhados pelo embaixador do Brasil no Egito e seguirão direto para o avião, em um ponto próximo da fronteira com Gaza.

“O presidente Lula informou que assim que os brasileiros cruzarem a passagem de Rafah serão acompanhados pelo embaixador do Brasil no Egito até o aeroporto de Arish, onde embarcarão imediatamente em aeronave da Força Aérea Brasileira com destino ao Brasil”, informou a Presidência em nota.

No início das negociações diplomáticas, o Brasil cogitava buscar o grupo de brasileiros no Cairo, capital do Egito. Mas, para isso, o grupo teria que se deslocar centenas de quilômetros por ônibus em território egípcio, o que não agradou ao governo daquele país. Por isso, o Brasil mudou a proposta para o aeroporto de Arish, muito mais perto da fronteira.

O avião da Força Aérea Brasileira, de uso da Presidência da República, está em Roma, aguardando a autorização do Egito para se dirigir ao país.

De acordo com o blog da Ana Flor, fontes do Planalto informaram que a saída dos brasileiros pode ocorrer neste domingo (15).

Mais cedo, Lula falou também com Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestina. Lula condenou o ataque terrorista do Hamas e ambos os líderes concordaram a sobre a proteção de civis. Abbas não administra a Faixa de Gaza.

Brasileiros em Gaza

Parte dos brasileiros em Gaza estava até esta sexta-feira (13) no norte da região. Com a fronteira egípcia fechada, o governo os levou para uma escola e avisou Israel de que o local estava ocupado por civis.

Na quinta-feira (12), Israel, planejando bombardeios, deu 24h para a população civil deixar a parte norte de Gaza.

O governo do Brasil buscou uma logística para transportar em segurança os brasileiros até o sul de Gaza. De ônibus, eles chegaram lá neste sábado. E agora aguardam a passagem para o Egito.

Por G1

 

Veja Mais